Categorias dos artigos

Receba nossas próximas dicas de cursos e artigos do seu interesse em seu email.

Educação Financeira nas Escolas: uma realidade próxima?

educacao-financeira-450x236-1

A educação financeira nas escolas é um assunto muito comentado atualmente e é de grande importância na vida dos alunos. Muitos adultos não tiveram a oportunidade de aprender sobre esse tema, até porque, esse assunto começou a ser abordado nos tempos atuais.

O ponto positivo é que  agora poderão aprender com seus filhos e ainda ajudá-los, com sua experiência, a entender sobre essa disciplina. Afinal de contas,  em países como o Brasil, com uma taxa de desigualdade tão extensa, saber gerir finanças e cuidar do seu dinheiro é fundamental.

Esse é um dos motivos para se aprender educação financeira nas escolas, além de considerar a quantidade de jovens que já iniciam a vida adulta com restrição de crédito na primeira oportunidade de obter um cartão, por exemplo.

Ficou curioso e quer saber mais sobre educação financeira? Então continue neste artigo e saiba como ela funciona, sua real importância e muito mais. Confira!

O que é educação financeira nas escolas?

Os alunos precisam encerrar seus estudos no ensino médio sabendo o máximo possível sobre o mercado de trabalho e sobre os gastos que possivelmente terão no decorrer de sua vida.

Os alunos do ensino médio são os que mais devem aprender a lidar com seus gastos, já que nessa etapa a grande maioria dá início em sua vida profissional, entrando em seu primeiro emprego. Ainda nessa fase, alguns passam a juntar dinheiro para ir atrás de suas conquistas, como tirar sua CNH ou financiar um veículo e ter mais liberdade.

Temas abordados na Educação Financeira

É importante que os alunos saiam da escola sabendo negociar e pesquisar preços para fazer bons negócios. Com a educação financeira, será possível analisar todos os pontos muito bem antes de finalizar qualquer compra!

A educação financeira nas escolas geralmente abrange os seguintes tópicos:

  • Planejamento e orçamento;
  • Economia;
  • Gastos e conceitos de crédito;
  • Investimentos e serviços bancários;
  • Poupança;
  • Conceitos de gastos e crédito;
  • Planejamento financeiro para o futuro;
  • Investimentos;
  • Empreendedorismo. 

É fundamental que o aluno tire todas as suas dúvidas e faça todas as perguntas que vier em sua mente para que não guarde questões consigo e, futuramente, não se perca no controle financeiro. Além disso, também é importante trabalhar o emocional dos alunos, já que algumas pessoas tendem a gastar impulsivamente por esses motivos. 

Objetivo e importância da educação financeira nas escolas

Mas afinal de contas, qual a importância da educação financeira nas escolas e o fundamento por trás desse modelo de ensino? Infelizmente, muitos adultos encontram-se com grandes dívidas, impossibilitando que possam realizar um financiamento ou até mesmo utilizar um simples cartão de crédito.

Isso tudo ocorre devido a falta de planejamento e gastos fúteis, na maioria das vezes por ambição ou falta de controle financeiro. Com a educação financeira nas escolas, tudo isso poderia ser evitado!

Essa disciplina vai fazer com que os alunos entendam sobre o mercado de trabalho, gastos e como comprar com sabedoria e consciência. No futuro, conseguirão tomar boas decisões para não caírem nas dívidas, ficando com nome sujo ou devendo para bancos.

Como funciona a restrição no nome

Quando uma pessoa suja o nome, sua pontuação (score) diminui e seu CPF é apontado em instituições que atuam reunindo dados de pessoas para análise de crédito e informações relacionadas.

Caso você queira financiar um veículo, por exemplo, a concessionária pesquisará o número de seu CPF e nome completo em uma dessas instituições (por exemplo, o SPC e Serasa). Se restrições forem encontradas, dificilmente seu financiamento será aprovado.

Afinal de contas, a empresa logo identifica que o comprador com restrições em seu nome é um mal pagador e, por isso, poderá apresentar inadimplências no futuro. Não ter uma linha de crédito aprovada pode dificultar, e muito, as conquistas de qualquer pessoa.

E para evitar tudo isso, a melhor opção é estar desde cedo, financeiramente educado, sendo esse o objetivo da educação financeira.

Educação financeira nas escolas públicas: uma realidade próxima?

Embora ainda não seja uma disciplina obrigatória na grade curricular das escolas públicas, a educação financeira nas escolas promete ser uma das matérias presentes no ensino fundamental e médio dos alunos da rede pública.

Algumas escolas já abordam o tema em outras matérias, principalmente matemática, porém, sem professores específicos para explicar tudo sobre finanças para uma determinada série.

Ainda faltam profissionais capacitados a ministrar aulas para crianças e adolescentes nas escolas, e esse pode ser um dos motivos da falta de obrigatoriedade dessa disciplina nas instituições de ensino, já que os professores, além de não serem valorizados, encontram dificuldades em ensinar essa matéria aos alunos.

Embora um decreto que institui a ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira), tenha sido elaborado, ainda é preciso que seja oficialmente reconhecido e implantado nas escolas públicas! Enquanto não é uma disciplina obrigatória, os alunos podem estudar com o auxílio da internet e tirar suas dúvidas com os professores.

Aprenda mais sobre educação financeira com o Educamundo

Como vimos, educação financeira é importante para o desenvolvimento pessoal do ser humano. Saber controlar o dinheiro que recebe pode transformar a vida de qualquer pessoa e por isso a implantação do assunto no dia a dia das escolas tem sido cada vez mais importante.

E se você é professor e quer desenvolver habilidades para ensinar a educação financeira, então o Educamundo é a escolha certa para esse objetivo.

Aqui no portal, dispomos de uma trilha de aprendizagem sobre educação financeira que pode ser o que você precisa para dar um up na carreira.

Investindo apenas R$ 79,90 ao ano, você terá acesso não apenas a esta trilha, mas a todos os cursos do Pacote Master do Educamundo durante todo esse período.

São cursos completos na área da educação, saúde, enfermagem, direito e muito mais. Faça agora a sua matrícula e aproveite para aprender mais e desenvolver novas habilidades!

Agora quero saber: para você, qual a importância do ensino da educação financeira nas escolas? Deixe o seu comentário na caixa abaixo e compartilhe suas experiências.

Até a próxima!

Continue Sua Jornada de Conhecimento: Leituras Recomendadas para Você

Receba nossas próximas dicas de cursos e artigos do seu interesse em seu email.