Muita gente se pergunta para onde vai todo o lixo que produzimos diariamente. Parece simples pensar que tudo é remanejado para aterros sanitários ou postos de coleta de reciclagem, mas o processo é bem mais complexo que isso. Não basta descartar os resíduos: é preciso seguir diretrizes e pensar, claro, na questão ambiental. Afinal, a quantidade só aumenta e pode chegar um momento em que será impossível lidar com tantos rejeitos e sobras.

A gestão, a reciclagem, a otimização e todos os aspectos dos resíduos sólidos, sobretudo aqueles da construção civil, são temas de vários cursos online. Esse conteúdo é essencial para que tanto os especialistas e profissionais da área quanto as pessoas em geral entendam como fazer esse gerenciamento e, claro, melhorá-lo a cada dia, tornando o ambiente cada vez mais sustentável.

O Curso Online Reciclagem de Resíduos Sólidos na Construção Civil é um exemplo essencial de cursos a distância dessa área. Opção 5 estrelas do Pacote Master do Educamundo, qualifica milhares de alunos interessados em compreender e dominar esse campo, que precisa crescer e se popularizar.

Mudar o país – e até o mundo – com boas práticas depende de um trabalho conjunto, tanto do poder público quanto das empresas privadas e da população. Assim, criamos uma corrente consciente e uma gestão de recursos da construção civil realmente efetiva. Para aprender mais e fazer sua parte, confira algumas informações relevantes e preciosas, ótimos cursos EAD e comece a se especializar já.

Cursos relacionados que podem te interessar:

Resíduos sólidos na construção civil: gestão, normas e desafios

O planeta e seus recursos: a importância da reciclagem

Não é segredo para ninguém que a reciclagem de materiais é primordial para um mundo equilibrado, com respeito à natureza e total desenvolvimento sustentável. O planeta pede socorro e as ações, por menores que sejam, levam a ótimos resultados. E, quando pensamos em reaproveitamento, há muito que considerar, sobretudo na reciclagem de resíduos sólidos na construção civil - uma questão urgente e que precisa de solução.

O Brasil, por exemplo, já se destaca na reciclagem em muitos âmbitos, num mercado que movimenta bilhões por ano, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente. Mesmo que o país seja líder no reaproveitamento de alumínio – graças à coleta seletiva e dos catadores -, por outro lado se perde também muito dinheiro com restos que poderiam ter outro destino mais útil em vez do descarte irresponsável: apenas 8% (pois é!) dos municípios possuem um sistema eficiente.

Quando se trata de construção civil, o problema ainda é mais latente. Enquanto países como Estados Unidos e Holanda são referência nesse quesito, em grande parte graças à tecnologia, o Brasil recicla somente 20% do que é gerado nos campos de obra – e que não são poucos, sobretudo nas grandes metrópoles.

“Hoje os Estados Unidos reciclam 140 milhões de toneladas dos resíduos de concreto, enquanto o Brasil sequer chega a 5% disso”, revela o presidente da ABRECON – Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição.

Um ponto alarmante e, numa visão geral de desenvolvimento sustentável, péssima. Como uma das maiores nações do mundo, ainda temos muito a melhorar. Para isso, é necessário começar a colocar em prática alguns métodos urgentes, com base tanto pela legislação vigente quanto de especialistas da área. Não dá para continuar gerando resíduos e não ter um plano de descarte e reciclagem efetivos.

Algumas dicas para você se informar mais sobre essa pauta são cursos online ligados ao meio ambiente. Os cursos online com certificado do Educamundo que podemos indicar são, além do Curso Online Reciclagem de Resíduos Sólidos na Construção Civil:

curso online reciclagem de resíduos sólidos na construção civil

O que diz a legislação? Entenda as normas

O CONAMA – Conselho Nacional do Meio Ambiente é o responsável no país por constituir e fiscalizar as leis referentes à reciclagem de recursos sólidos na construção civil. Suas bases são a resolução 307, de 2012, que "estabelece diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão dos resíduos da construção civil" e a Lei 12305/10, conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Ambos decretos visam gerir e tratar os RCC – resíduos da construção civil de forma que não agridam o meio ambiente e possam ter um uso cada vez mais responsável. Nessa linha, incluem-se materiais diversos (com várias classificações), oriundos de reformas e obras variadas: gesso, asfalto, metais comuns e pesados, concreto, vidro, madeira, tubulações, forros, tijolos, cerâmicas, resinais, entre muitos outros. Cada um deles é definido por um grau de atenção segundo a política nacional de resíduos sólidos.

Atualmente, sobretudo aqui no Brasil, ainda há o consumo desenfreado de materiais feito pela construção civil e poucas ações que visam seu aproveitamento. Logo, o papel tanto dos órgãos oficiais quanto de várias empresas e entidades tem sido dar um basta nessa realidade e propor práticas cada vez mais suficientes. Ou seja: não se deve apenas juntar todos os resíduos, colocar em uma caçamba e despejá-los em qualquer lugar. O trabalho deve começar cedo, com a separação, a reciclagem de resíduos sólidos na construção civil, o uso nas obras e demais pontos de uma gestão eficiente.

No Curso Online Reciclagem de Resíduos Sólidos na Construção Civil, você tem uma visão mais ampla e detalhada tanto da legislação quanto de toda a gestão de resíduos na construção civil. Esse é um dos cursos EAD mais informativos e perfeitos para engenheiros, arquitetos, administradores e trabalhadores dessa área em geral. Por meio de cursos a distância, esses profissionais podem se qualificar de modo competente, do lugar que acharem mais conveniente – e aprender muito, claro.

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:


Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Gestão integrada de RCC e seus desafios

Como dissemos, a gestão de resíduos na construção civil precisa ir muito além do que é feito atualmente. A questão é que, por não ser tão lucrativa, acaba sendo pouco considerada por muitas pessoas, afinal, a ideia é erguer obras em tempo recorde. Além disso, há a reclamação devido a alta carga tributária, resistência em usar materiais reutilizados – o que não faz sentido, já que na Europa isso acontece desde os anos 50 – e desconhecimento de empresas especializadas que realizam a reciclagem de resíduos sólidos na construção civil.

Mas, por outro lado, a ABRECON revelou em seu último relatório que as usinas de reciclagem de resíduos sólidos na construção civil têm trabalhado bastante. A maioria delas ainda é privada (cerca de 80%) e grande parte está em áreas metropolitanas, como em São Paulo ou Belo Horizonte. Como cada município ainda tem autonomia em decidir como fazer a gestão de resíduos na construção civil, muitos ainda apresentam deficiências graves nesse ponto, como baixa fiscalização e até desconhecimento da reciclagem essencial para que todo o entulho não seja despejado irregularmente.

Aprenda e compreenda todos os aspectos dos RCC

Essa foi uma pequena abordagem sobre a gestão de resíduos da construção civil e alguns pontos sobre seus desafios e objetivos, que podem ser esclarecidos e aprofundados no Curso Online Reciclagem de Resíduos Sólidos na Construção Civil e demais cursos EAD relativos, como os cursos online de meio ambiente do Educamundo.

Nosso portal conta com mais de 1200 cursos a distância perfeitos para capacitação, aperfeiçoamento e atualização em diversas áreas, ideais para todos que precisam aprender e se certificar com os melhores conteúdos do mercado. Inscreva-se investindo uma taxa única de R$ 69,90 e tenha acesso a todos os cursos online com certificado do Pacote Master do portal. Aproveite a carga horária à escolha, a flexibilidade, a qualidade e todas as vantagens dessa opção incrível.

Além disso, não deixe de comentar e compartilhar nosso artigo. Que tal fazer parte dessa corrente para tornar o desenvolvimento sustentável cada vez mais forte? Inspire-se, boa sorte e até mais.