Home / Blog / Formação Profissional / Corretor de imóveis: veja o que faz, salário e formação
Corretor de imóveis Formação Profissional

Corretor de imóveis: veja o que faz, salário e formação

  • Por: Equipe Educamundo
  • 28/10/2021

O mercado de imóveis está em constante movimento, o que faz com sempre existam oportunidades na área. 

Para quem está interessado em ingressá-la, a carreira de corretor de imóveis permite flexibilidade de horário e ganhos financeiros atraentes. 

Neste texto, separamos dicas valiosas para você entender e ingressar na profissão.

Confira.

O que faz um corretor de imóveis?

O corretor de imóveis desempenha inúmeras funções nas transações imobiliárias. 

A CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) traz que as seguintes funções podem ser desempenhadas pelo corretor imobiliário:

  • Intermediação da compra, venda, permuta, locação e administração de imóveis e condomínios comerciais e residenciais; 

  • Solicitação ou elaboração de documentos necessários para transações imobiliárias diversas; 

  • Comunicar com clientes (sejam eles vendedores ou compradores);

  • Pesquisar mercado; 

  • Captação de imóveis, seja pela compra ou por rede de contato; 

  • Elaborar estratégias de comercialização; 

  • Dar assessoria aos clientes após a transação comercial. 

Dito isso, as áreas de atuação do corretor de imóveis são as seguintes: 

  • Trabalhar em imobiliárias; 

  • Trabalhar junto a construtoras;

  • Trabalhar em condomínios; 

  • Ser autônomo e cuidar de todos os processos de forma concomitante. 

Em resumo, o corretor pode captar, avaliar, vender, comprar, alugar, se responsabilizar por carteiras imobiliárias, administrar condomínios e cuidar de todo e qualquer documentação que envolve uma transação imobiliária. 

O profissional pode ser generalista ou especialista.

De uns tempos para cá, tem-se popularizado os corretores especializados em determinadas atividades como rural, loteamento, pensão, chacreamento e outros. 

Além disso, algumas áreas são mais populares e podem ser atraentes para alguns profissionais, são elas:

  1. Corretagem de imóveis: o profissional se responsabiliza pela venda, compra e locação dos imóveis; 

  2. Administração de imóveis: o profissional faz gestão de aluguéis e condomínios e também, é mediador na resolução de conflitos que envolvam um imóvel; 

  3. Advocacia imobiliária: é o profissional que atua diretamente na resolução de conflitos judiciais e extrajudiciais que envolvam imóveis. Nesse caso, é necessário ter formação em direito;

  4. Gestão de fundos imobiliários: nesse caso, o profissional se dedica ao gerenciamento de carteiras de investidores que estejam inseridas na área imobiliária;

  5. Prospecção imobiliária: é o profissional que atua diretamente na busca de imóveis, para construtoras ou até mesmo para imobiliárias. 

Qual o salário de um corretor de imóveis?

Como toda e qualquer profissão, o salário médio depende de diversos fatores, tais como: local onde atua, horas trabalhadas, capacidade de administrar o tempo e empresa. 

De forma geral, o salário de um corretor de imóvel gira em torno de R$ 3.000,00, sendo maior em regiões mais populosas. 

De acordo com o Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (CAGED), uma instituição que faz pesquisas trabalhistas dentro do território brasileiro, a média de salário de um corretor de imóveis é de R$ 2.400,00 mensais, sendo o valor mínimo de R$ 1.400,00 e o maior R$ 6.100,00. 

O tempo dedicado ao trabalho semanal encontrado foi de 30 a 44 horas semanais, sendo comum para a profissão o trabalho nos finais de semana. 

Já no que diz respeito aos segmentos que ofereceram mais oportunidades para os corretores imobiliários nos últimos anos foram: compra e venda de imóveis, perícia e avaliação de imóveis, gestão e administração de propriedades imobiliárias, compra e venda de imóveis próprios (quando o corretor compra e em seguida vende o imóvel) e incorporação a grandes construtoras. 

Corretor de imóveis x Corretor imobiliário

Existe diferença entre corretor de imóveis e corretor imobiliário? 

O termo corretor de imóveis e corretor imobiliário são termos sinônimos, sendo que significam a mesma coisa e a variação é considerada regional, ou seja, em algumas regiões é mais comum o uso do termo corretor de imóveis e em outras, o mais usado é o corretor imobiliário. 

O corretor de imóveis ou corretor imobiliário é o profissional que acompanha do início ao fim as transações imobiliárias. O que envolve a procura por imóveis, o cuidado com os processos burocráticos e legais, e também, a responsabilidade pela transação comercial de imóveis residenciais ou comerciais. 

Apesar de existir há muito tempo, a profissão de corretor de imóveis foi regulamentada na década de 60 no Brasil e em 1978 foi sancionada a lei que trouxe nova regulamentação à profissão e criou mecanismo de funcionamento e controle da profissão (Lei n° 6.530 de 12 de maio de 1978, disponível aqui). 

De acordo com a referida lei, esse profissional pode exercer diversas funções nas transações imobiliárias, tais como: intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis residenciais ou comerciais; avaliar imóveis e também, opinar em assuntos inerentes à comercialização imobiliária. 

Outro aspecto importante trago na lei é que o corretor pode realizar transações imobiliárias para uma ou mais imobiliárias. 

Como se tornar um corretor de imóveis?

Para se tornar um corretor de imóveis, é preciso ser habilitado, o que significa que você deve ter registro ativo no conselho competente, nesse caso, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis, o CRECI, além de ter formação ou especialização na área imobiliária. 

Se você possui formação em outra área, basta fazer uma formação complementar ou uma pós-graduação. Já se vai iniciar diretamente na área, você pode fazer um dos cursos listados a seguir:

  • Técnico em Transações Imobiliárias: na maioria dos casos, o curso tem duração de 2 anos; 

  • Tecnólogo em Gestão Imobiliária: na maioria dos casos, o curso tem duração de 3 anos;

  • Bacharel em Ciências Imobiliárias: na maioria dos casos, o curso tem duração de 4 anos. 

O CRECI é responsável por fiscalizar o trabalho dos corretores de imóveis e também dos empreendimentos imobiliários, e cada estado possui seu CRECI, por isso, se você atua em mais de um estado, precisará de mais de um registro. 

Os certificados do Educamundo podem ser usados para:




Prova de Títulos em Concursos Públicos

Horas complementares para faculdades

Complemento de horas para cursos técnicos

Progressão de carreira em empresas

Turbinar seu currículo

Revolucionar sua vida profissional e acadêmica

Capacite-se e desenvolva as habilidades necessárias para se tornar um corretor de imóveis

Ser comunicativo, ter paciência, persuasão, facilidade em construir relacionamentos interpessoais e possuir habilidades em vendas e em negociações são aptidões indispensáveis a um corretor de imóveis.

Para dominar cada uma dessas habilidades, você pode se capacitar com cursos online e o Educamundo certamente é o melhor local para desenvolvê-las.

Além do curso de corretor de imóveis criado pelo nosso setor pedagógico especializado, matriculando-se no portal você terá acesso completo a todos os mais de 1200 cursos online do Pacote Master investindo apenas R$ 69,90 ao ano, sem mensalidades.

Faça a sua matrícula e aproveite para aprender mais e se destacar.

Agora queremos saber: você está interessado em ingressar na área? Conta pra gente nos comentários.

Artigos que podem te interessar:

Artigos em Destaque